Falha de comunicação “monstruosa”.

sem-titulo
 
Emissor e alguns receptores não falavam o mesmo código. Alguns receptores desconheciam o contexto. São fãs da cantora que não gostam do esporte mas sintonizaram no canal que exibiu o show da cantora. Estes receptores emitiram feedback negativo.
 
Os envolvidos na transmissão explicaram o contexto. Vi na página do narrador que ele não sente que deva se desculpar. Os receptores que conhecem código e contexto estão aproveitando para rir dos que se sentiram mal.
 
Não há motivos para atacar o contexto (nem a emissora nem o narrador nem a linguagem que é marca registrada dele). Não há motivos para se envergonhar de ter aparecido na transmissão sem conhecê-lo e de ter entendido errado. Mas o resultado disso tudo é ruim. Primeiro, porque pessoas se sentiram mal e a resposta a este feedback foi mais mensagens para que se sentissem pior, e dessa vez sem enganos. E por fim, fica a idéia de que devemos caminhar mais rapidamente para bolhas de segurança. Assistir transmissão de algo do seu interesse? Não sem ANTES controlar todo o contexto. “Não vamos correr o risco de conviver que nenhuma pessoa que não pense exatamente como nós pensamos.”
 
Ironia da coisa: a cantora chama seus fãs de “monstrinhos” 😀
Anúncios

2 comentários sobre “Falha de comunicação “monstruosa”.

  1. Eu não gosto do estilo cada um no seu quadrado ou vamos ficar na bolha, mas as vezes, não vou negar, é tão difícil sair da bolha… Eu não muito de acompanhar os grandes artistas e os debates em torno deles então essa situação me escapou, mas lamento por ter sido assim… Mau estar combatido com mais mau estar….

Os comentários estão desativados.