À prova de desastres

Eu estava meio cabreira, achando que tinha cometido uma barbeiragem no trabalho, mas acabo de descobrir que está tudo certinho, tudo nos devidos lugares. É que eu tenho um sistemas de prevenção de m*. Eu sou a dispersão em pessoa, então tenho que me armar de to do lists, agendas, alertas, alarmes e afins para me salvar dos desastres. Não me preocupo em guardar na cabeça informações sensíveis (que vão dese a senha da intranet da prefeitura até a data de aniversário de marido), eu só tenho que usar meu sistema arquivamento de informaões para encontrá-las na hora em que preciso. Claro que sou dependente de tecnologia. Minha ex-chefe dizia que era contra até mesmo agenda de papel, que minha memória vai se atrofiar. Vai não, chefe, já nasci com deficit.

Enviado poremail

Anúncios