Untitled

Da série “tem tudo pra dar merda, e VAI DAR”:

Eu acordo com um humor do cão. Não gosto de falar com ninguém, de olhar pra ninguém. Um porco-espinho antissocial.

Aí eu tenho que verificar mochila, uniforme, tabalhos de casa.

Aí eu tenho que arrumar mochila, encontrar trabalhos que não foram feitos, carimbos de professora acusando a omissão das tarefas, uniforme sujo, tênis desaparecido, lapiseira desaparecida (sendo que eu dei a lapiseira na mão dela há oito horas atrás, antes da gente ir dormir).

Aí eu tenho que botar pra tomar banho, desembaraçar cabelo e mandar escovar o dente e passar desodorante. Se não mandar, ela vai embora sem fazer.

Ou seja, toda manhã eu viro um monstro.

Enviado poremail

Anúncios