Ninguém respeita esse sinal aqui em frente. Pedestre atravessa com carro tirando fino, eles não param e com sorte te ignoram e te erram. É bom não encarar, que num mau dia eles retornam e vêm tomar satisfação (já aconteceu conosco, o motioqueiro subiu na calçada e nos circundava, aos gritos de qual é o problema?). Para atravessar essa rua é preciso cautela e recarga de paciência para não provocar ninguém. E muita, mas muita compaixão pelo ser humano para sentir pena ao ver o acidente feio que tô vendo da janela agora. Batida tem todo sábado e domingo. Atropelamentos são mais raros, choque contra motoqueiros acontecem mais, mas carro e ônibus se acertando nos dois cruzamentos, um em cada extremo do quarteirão, é todo fim de semana. Estranho que eles sabem que há DOIS cruzamentos, de onde saem ônibus e caminhões, e mesmo assim eles se jogam com tudo. É triste. http://bit.ly/9Ov6tg

Anúncios