Morreu o rei do pop

Saí do escritório às seis da tarde, fui buscar filhote na casa de mamãe e depois, fui para casa. Não ouvi rádio. Em casa, liguei a tv, zapeei e vi a barra de pé de tela na Rede TV, informando sobre a morte de Michael Jackson. Mas os apresentadores histéricos falavam que não havia confirmação. Zapeei de novo, o Jornal Nacional mostrava Brasília. A Record dizia que estava confirmado. E todas as emisoras passaram a trasmitir a propaganda partidária, à qual assisti inteira, estatelada no sofá. Pelo twitter, vi as mensagens da babi e do alexandre sena, e pensei “é verdade… é verdade?” É daquelas notícias que a gente não processa direito.

Há pouco tempo atrás nós fizemos a dancinha do zumbi lá em casa. Filhote viu um filme, uma comédia, e a personagem do filme achando a festa muito chata, foi pra pista e começou a dancinha, seguida por todos. Inclusive quem estava vendo o filme. Depois, filhote, que é bem curiosa, queis ver o clipe original. Ontem, quando disse a ela que michael Jackson morreu, esperei pra ver a reação. Ela arregalou os olhos e fez carinha de triste. A música chegou até a geração dela, reforçada pelos pais, claro, que criança não vai se empolgar ao ver os pais fazendo a dança do zumbi?

No trabalho os quarentões e cinqüentões se reuniram na frente do monitor para assistir o balé dos zumbis e lembrar dos tempos de discoteca, Tentei de tudo pra ver um passinho mas eles não fizeram. Se seguraram.

No trajeto casa-trabalho, vim ouvindo rádio FM, zapeando. As rádios “de véio” tocaram Jacko, uma na Paradiso, duas na JB… e uma na Bandnews! As rádios “jovens” não tocaram no assunto, preferindo tocar duas músicas de britney spears e uma da beyoncé. Penso que as músicas de  michael permaneceram, apesar de não muito ouvidas pelos mais novos, e me pergunto o que é que vai permanecer do que se escuta hoje.

Anúncios

3 comentários sobre “Morreu o rei do pop

  1. O pior é que, daqui a um tempo, o pessoal vai ter saudades da Britney, mesmo…
    Sabe, a “ficha” de que morreu o MJ ainda não me caiu! Foi, guardadas as devidas proporções, como quando morreu o Senna – a gente ligava a tevê, e ele estava lá…
    Saudades, muitas saudades – inclusive da dancinha de zumbi!

  2. Nossa, não gosto nem de comparar!

    Pensando bem, é verdade o que dizem de que MJ estava “morto” há muito tempo, e que sua música é o que permanece.

    O que fazer pra salvar os ouvidos da garotada? Veja bem, não digo que minha filha tem que ouvir o que eu quero (por enquanto tem, hehehe, mas ela já escuta coisas fora do meu catálogo…), o que eu defendo é o acesso a toda forma de expressão, não só o popzinho comercial ralo das fms.

  3. mj eu sinto muito sua falta quando eu morrer eu vou querer ser sua amiga ok?eu quero que você vai no palco e canta para todos

Os comentários estão desativados.