Quer falar mal, fala direito!

“O Brasil é um país de m*, onde só os medíocres triunfam. Como pode Rubens Barrichello ter passado anos na F1 em uma equipe de ponta?” Eu páro meu serviço, olho para o colega e argumento que nesse caso a culpa é dos italianos, não é? Não faltam motivos para se falar mal de Barrichello ou do nosso país. Eu só não me agüento quando vejo alguém falando horrores pelos motivos errados. Não foi só a do Rubens, hoje de manhã li a tradicional ladainha sobre o Grammy “é uma porcaria só ganham os apadrinhados só serve pra vender disco e enganar os incautos musicais” e a ladainha terminava com um “isso é Brasi!” Cuma?

Ah, sei lá, vai ver isso é Brasil.

Anúncios

2 comentários sobre “Quer falar mal, fala direito!

  1. Estes ‘entendidos’ tem em todo lugar Aline.
    Aqui quando estou conversando sobre F1 nego já logo manda na lata… “-A culpa é do viado do Schumacher, a equipe só trabalha pra ele, por isto que o Massa não ganha…”
    E nem é nada disto que está na pauta.
    Quanto ao Grammy latino, eu fico ferrado que brasileiro que ganha é só os axexelentos, quando a gente sabe que tem coisa muito melhor que aquele monte de baiano pedindo pra gente tirar o pé do chão.

  2. Pois é: o brasileiro, em geral, tem um certo, digamos, “prazer mórbido” em falar mal de seu próprio país, de se pôr pra baixo. É um esporte nacional!
    Vai ver que é por isso que as coisas não andam, por aqui: a gente tanto acha que o Brasil não tem jeito, que não faz nada, mesmo… 😦

Os comentários estão desativados.