TV a Cabo

Num momento de desolação escrevi que precisava de uma TV por assinatura até o ano que vem. No dia seguinte já havia me dado conta do tamanho da besteira. Lembra, dona Aline, do que aconteceu em 1º de janeiro de 2006? Volto pra casa depois das comemorações de ano novo, me jogo no sofá, pego o controle remoto e coloco nos canais de músia e … CADÊ A MTV LATINO???????????? Quando a Directv retirou o HTV eu reclamei horrores e eles me deram desconto na mensalidade por 6 meses. É verdade que passava aquelas bandas de música regional mexicana que eu até gosto – duas vezes por ano tá bom – mas foi no HTV que eu conheci Kevin Johansen.

Quando a Directv retirou MTV Latino e Much Music ela já havia sido vendida para a Sky e o tratamento aos assinantes mudou. Eles responderam minha queixa dizendo que enquanto meia dúzia pedia esses canais centenas de assinantes exigiam sua retirada do line-up. A Directv – hoje Sky – veio me dizer que eu só posso pagar para ver o que seja de agrado do maior número de assinantes possível. Eles vieram me dizer que a audiência é quem manda, e que não há lugar para nicho.

TV por assinatura pra quê? Demorou mas eu percebi que tenho uma TV a Cabo. É pequena, sofre pra rodar um videozinho mixuruca, e o engraçado é que roda AVI mas não roda flash nem 3GP, formatos nos quais o arquivo fica bem menor. É temperamental minha TV a Cabo. Cabo USB:

Isso é que é pantalla chica
Isso é que é pantalla chica

Depois de muita luta com o Real Player e o Mobitubia eu finalmente convenci o bichinho a rodar vídeos com o Divx Mobile. Uso o Super para converter os vídeos. O primeiro vídeo foi o GP do Barhein, o compacto disponibilizado na página oficial da Fórmula 1. O segundo foi o Hipopótamo e o Cachorrinho, que eu já tinha tentado rodar trocentas vezes. Depois eu e minha filha descobrimos um site cheio de videozinhos, um tal de youtube, montei uma videoteca de curtas de animação e nós vamos assistindo no ônibus (leia-se na kombi) de manhã.

Na sexta-feira, dia 14/11, baixei desse tal de youtube todas as apresentações do Grammy Latino que a Bandeirantes não mostrou, além de juanito, Julieta (a Band cortou o início) e os brasileiros (eu esqueci de baixar sandy e daniela mercury…). Hoje de manhã fui no ônibus (leia-se 383) assistindo TV a Cabo.

Nem tudo é um mar de rosas. Sei que a internet é um território livre por enquanto, e mesmo agora já há sutis mecanismos de controle sobre a informação a que temos acesso, mas que no futuro não serão tão sutis. Eu não espero que a galera lute pela liberdade de escolha, ao contrário, quando vejo pessoas exigirem a eliminação de assuntos que não lhes interessam eu vejo que a galera é capaz de lutar com unhas e dentes pela preservação de suas prisões.

Anúncios