Manual de etiqueta em família

Você está trepada na escada limpando os armários gigantes e os janelões panorâmicos do apartamento, vem seu marido e te chama para outra coisa. Você sabe que a limpeza é trabalho pesado, começou não pode parar, mas ele diz:

· Eu termino para você.

Opçõa 1 – pergunte “quando?”
Opção 2 – jogue o detergente na cabeça dele antes de perguntar quando.
Opção 3 – desce da escada e exige que ele suba e continue a limpeza imediatamente.
Opção 4 – faça um bolinho de aniversário com velinha e tudo assim que a limpeza interrompida completar um mês.

Faza o que fizer, resista à tentação de matar seu marido.

Você encontra pasta de dente na parede do banheiro, do corredor, da sala e na estante. Pergunta à sua filha o que aconteceu e ela diz:

· Não sei.

Opção 1 – esfregue o nariz dela na pasta de dente.
Opção 2 – encene a peça favorita das donas de casa. “Eu Sou Uma Burra De Carga”, um dramalhão no qual a burra de carga conta suas experiências de escrava do lar, obrigada a trabalhar de graça para uma sinhazinha sem um pingo de consideração.
Opção 3 – liga para sua mãe e diz que a culpa é dela (Obs: ao menos você troca de papel, você passa a ser a pirralha malcriada de 7 anos para a pobre da sua mãe)
Opção 4 – pegue a escada, o balde com água e detergente e coloque sua filha para limpar os armários e os janelões

Faza o que fizer, resista à tentação de dizer “eu vou te matar!”, pelo menos enquanto a minissérie estiver no ar.

Claro que você, burra de carga, também comete seus pecadinhos. Antes de abrir a boca para começar a contar ao marido como foi seu dia, contar sobre limpeza de janela ou pasta de dente nas paredes, olhe para a tv e verifique se tem alguém jogando futebol na telinha. Se tiver, cala a boca e sai de perto dele.

Anúncios