Trabalho de casa

– Mamãe, quantas arestas e quantos vértices tem um paralelepípedo?

– Nossa, sei lá, não vejo isso há anos… E quanto é sete menos quatro?

– …

Tô traumatizada. A cada página do livro, um susto. No meu tempo a gente fazia ditado e tabuada. Hoje o ensino é multidisciplinar. Eu fico perdida quando vejo minha filha tropeçando em contas de multiplicar com dezenas e centenas, penso logo “vamos à taboada”. Abro o livro e vejo continhas de soma e subtração, questões sobre orçamento doméstico e gráficos complicados. Eu começo a falar do exercício e ela dispara a resposta. Decoreba. Para fazer um exercício parecido eu tenho que abrir o excel (!!!) e construir um gráfico. Viro mais uma página e encontro exercícios com sólidos geométricos. Aí me bateu um leve pânico. Será que ela está usando um livro de uma série adiantada? Há um três gigante na capa. Mas a ficha técnica me traqüiliza: terceira série do ensino fundamental, também indicado para a segunda série do sistema 1/8. Essa foi a última mudança revolucionária no ensino fundamental, agora minha filha é aluna da 3ª série 1/9 ou da 2ª 1/8, e assim vai até a oitava ou nona série.

Ela está estudando soma e subtração mas já foi apresentada à multiplicação e divisão, e a prova cobra a matéria que está sendo aprofundada, a que foi “apresentada” e a dada no ano passado. Pensei que o problema era nosso, mas na última reunião pais e mães se disseram desesperados com os trabalhos de casa, disseram que seus filhos estavam em pânico, achavam que não sabiam nada.

Eu jamais acusaria a professora de cobrar demais, de exigir demais. Apesar de me dar uma peninha dela, é exatamente isso que eu espero da escola, que arranque o couro dela. Mas que a escola e a professora saibam o que estão fazendo e que nos ajudem a ajudar em casa, porque ela me veio com dúvidas na multiplicação, eu descobri que nem subtração direito ela está fazendo e no livro não vi sombra de taboada, mas vi exercícios de geometria espacial!

Ano passado eu pegui um gráfico de barras errado na provinha e minha mãe foi lá fazer um escândalo. A professora disse que o gráfico estava ali penas para que os alunos o conhecessem. “olha, isso é um gráfico”. Errado, mamãe insistiu, e ela se desculpou. Fico feliz em saber que a menina já conhece os gráficos, já tem noções de geometria, de sistema de medidas, mas e as operações básicas? Será que se eu passar a taboada estarei aplicando um método de ensino antiquado e prejudicial? E se eu botar de castigo fazendo taboada e proibir a ida à casa da avó nos fins de semana? Horrível, né? Comigo funcionava.

Anúncios

Um comentário sobre “Trabalho de casa

Os comentários estão desativados.