Pod 71 – Sem Nome

Ok acabou-se a era Aline Multiply. Agora tenho 2 blogs e um podcast e tenho que juntar tudo num título só. Duas pessoas já apontaram o título desse blog como o mais coerente. E eu lá sou coerente?

A produção desse episódio foi diferente. A pauta veio fácil. A gravação e edição foram feitas no fim de semana, entre uma visitinha ao pronto-socorro do Real Cordis (não comam verduras na rua), uma limpeza no banheiro, batalhas para acabar com a louça e a roupa suja… Bem, a roupa tá lá no cesto, chove há dias no Rio e eu finalmente desencanei.

O podcast começa com assunto de praia! Uma das minhas resoluções de ano novo foi ir mais à praia. Não só no (duvidoso) conforto da casa da familia em Muriqui, pretendemos acordar de madrugada e enfrentar um ônibus até a Barra da Tijuca. O horário nos favorece, gostamos de tomar sol pela manhã e na hora que saímos da areia o povo está acordando e descendo para a praia. Depois, toquei Federico Aubele, uma descoberta de início de ano, quando saio caçando as listas mais bizarras de “o melhor do ano que acabou” pra ver o que eu perdi e vale a pena ouvir. O jornal O Globo pôs em sua lista bizarra um disco espanhol de 2005 e destacou uma música que eu já toquei há muuuuuuito tempo. Por outro lado, encontrei no blog do Zeca Camargo a indicação de Federico Aubele. Ele falou em lounge, o que me fez torcer o nariz, e disse que o disco tinha várias vocalistas. Ao ver que uma delas era ninguém menos que dona Amparo, ouvi – e me apaixonei.

Na Rádio Box News meus comentários extremamente técnicos e abalizados sobre os lançamentos dos carros para a temporada 2008. Mais um piti sobre o fim do autódromo de Jacarepaguá. Não perdi a oportunidade também de chutar a canela do (ex-garboso, vai ficar careca e barrigudo) Alex Wurz. O recente rumor de venda de ações da Williams para um gropo islandês me fez perguntar: E a Toyota? Onde é que eles estão com a cabeça? E infelizmente descobri onde é que eles estão com a cabeça. A BMW agora pode fornecer motor para outras equipes.

No encerramento, um comentário sobre o barraco no meu antigo condomínio fechado, pedido de sugestão para o novo nome e a música mais chiclete dos Babasónicos: Pobre Duende.

Músicas de Fundo:
Eddie Palmieri – Nicas Dream
La Wasa – La Symphonia
Andres Cabas – Caribe soy
Era do gelo soundtrack
Madagascar soundtrack
Candie Payne – By tomorrow
B Negão e os Seletores da Freqüencia – A verdadeira dança do patinho
Carlos Jean ft La China Patina – Once Again
The blue brothers – 6345789
Café Tacuba – Perfidia
Brasov – o bongo furioso

Escute aqui o episódio: mp3 | 22,2 mb | 30 e poucos minutos!
http://lynwilliams.podomatic.com/enclosure/2008-01-21T10_20_58-08_00.mp3″

Para fazer o download do episódio, visite a página do podcast.

Para assinar o feed no ITunes, clique aqui.
Para usar outro agregador de feeds, clique aqui.

Comente, critique, dê sua opinião, peça uma música!

Anúncios